Vila Bela da Santíssima Trindade foi a primeira capital de Mato Grosso, criada em 1748 para conter o avanços dos espanhóis, após o tratado de Madrid. Sua importância histórica se dá não só pelos aspectos políticos, mas sociais. Quando a capital  foi transferida para Cuiabá em 1835, a cidade foi abandonada por grande parte dos moradores (brancos), na região ficaram os trabalhadores: indígenas, negros e seus descendentes, que formaram uma comunidade autêntica e mantiveram uma das mais belas tradições de Mato Grosso: a Festança.

Mas a história de Vila Bela não começa com abandono, e sim, com resistência. Para quem não sabe, foi na região do Vale do Guaporé em Vila Bela que se formou o Quilombo Quariterê, com uma população de aproximadamente 300 escravos fugidos das minas de ouro. Ele ficou mais conhecido por sua rainha, Tereza de Benguela, que resistiu por mais de 20 anos aos ataques da Coroa Portuguesa.

E para quem pensa que Vila Bela vive apenas do passado, está enganado. Nos últimos anos se destacou também pelos atrativos naturais, impulsionando o ecoturismo na região. Tornou-se o destino perfeito para quem procura um pouco de história, cultura popular e muito passeios na natureza.

Passeios e atrativos em Vila Bela - MT

1. Cachoeira do Jatobá (topo)

A maior cachoeira de Mato Grosso com 252 metros de queda, o ponto turístico mais procurado da região. Fica  a 21km da cidade, para chegar é preciso fazer uma trilha de 10km, relativamente íngreme, indicada mais para fotos, porém, há pequenos poços para banho, no caminho é visto o mirante da cachoeira dos Macacos.

Taxa de entrada: R$10

Dica da Guia: Não recomendado para crianças, somente a partir de 15 anos pelo nível de dificuldade.

2. Cânion da Jatobá

O Cânion do Jatobá é o segundo atrativo com mais visitantes em Vila Bela. Tem 150 metros de extensão, águas cristalinas e o famoso Poço Azul, com pontos de até 8 metros de profundidade. A caminhada é curta, o trecho, ida e volta é de 4,5km, e está localizado a 20km do centro da cidade.

Taxa de entrada: R$10

3. Cachoeira dos Namorados e Cascatinha

Belíssima cachoeira com mais de 70m de queda livre e piscinas naturais paradisíacas. Trilha curta de nível moderado, a caminhada (ida e volta) é em torno de 4km, mas é preciso atravessar o rio 4 vezes para chegar às cachoeiras.

4. Trilha da Poaia

Trilha da Poaia é feita por cima da Cachoeira dos Namorados, no caminho existem 4 quedas d'água e um mirante, de onde se avista a cachoeira dos namorados. Está localizado a 17km do centro da cidade.

5. Circuito das cachoeiras

No Circuito das Cachoeiras está a cachoeira dos Cristal ou Pingo de Prata, a Cachoeira das Esmeraldas e a Cachoeira do Escorregador. São 4km total de trilha com a travessia do rio Jatobá. Estão localizadas à 21 km do centro da cidade.

Taxa de entrada: R$10

6. Cachoeira do Capivari

A Cachoeira do Capivari 60km do centro da cidade e não é preciso caminhar 😜, o estacionamento está a 50 metros da cachoeira. É o único lugar onde é permitido camping e levar alimentos e bebidas (proibido deixar resíduos 🚯).

Taxa de entrada: R$10

7. Cachoeira das Andorinhas

É a única cachoeira que a visitação só é possível na seca, de maio a outubro. Para chegar até o local é preciso caminhar pelo leito do rio por quase 8km.

Taxa de entrada: R$10

8. Passeio de barco no Rio Guaporé

Como podem ver, o pôr do sol no Rio Guaporé é lindíssimo. O rio Guaporé está na bacia Amazônica, se você tiver sorte, poderá avistar os botos rosa e cinza!

Valor do passeio: R$250 para o grupo de até 5 pessoas. (Barqueiro Uziel)

9. Ruínas da Igreja

As ruínas da Igreja Matriz da Santíssima Trindade constituem um marco histórico da expansão colonial portuguesa. Mostram paredes em adobes de extraordinária espessura e alicerces com embasamento de cantaria em pedra canga. A matriz nunca chegou a ser concluída, provavelmente, por ter sua construção iniciada no período da decadência de Vila Bela. (Fonte: Governo do Estado de MT)

10. A Festança

A  Festança de Vila Bela da Santíssima Trindade, são quatro celebrações: Divino Espírito Santo, Glorioso São Benedito, Nossa Senhora Mãe de Deus e Três Pessoas da Santíssima Trindade, que acontecem no mês de julho, com uma intensa programação cultural.

Os destaques da Festa são as tradicionais apresentações das Danças do Congo e do Chorado, manifestações culturais centenárias que traduzem a forte ligação de um povo com a cultura ancestral herdada dos escravos.

Conhece algum atrativo em Vila Bela? Entre em contato com a gente e contribua com a Rota das Águas ;) @mapadomato.info

O que fazer em três dias em Vila Bela?

Dia 1: Cachoeira do Jatobá (topo) pela manhã; City tour na parte da tarde, dá para experimentar o famoso canjinjin - bebida típica produzida à base de mel, canela e ervas aromáticas, preparada apenas por mulheres -,  visitar as ruínas e conversar com o povo da cidade.

Dia 2: Cânion do Jatobá e Cascata dos Namorados e Cascatinha (dia todo)

Dia 3: Cachoeira do Capivari pela manhã; Passeio de barco pelo rio Guaporé (pôr-do-sol)

Dica da Guia: Todos os passeios, com excessão a cachoeira das Andorinhas, é indicado fazer na época das chuvas de novembro a maio. No período de estiagem, os rios secam e as águas ficam turvas.

Nossa Guia e colaboradora

Existem vários guias na região, um deles é a  Luana Samaia, nossa principal fonte de informações e imagens de Vila Bela. O valor da diária da Luana está em torno de R$300 para grupos de até 5 pessoas, para grupos grandes é possível combinar valores diferenciados.

Hospedagem em Vila Bela MT

Hostel Casa Azul

Vila Bela tem pouca opções de hospedagens, uma delas é o Hostel Casa Azul. A Casa Azul é uma edificação do século XVIII de adobe e telhas de barro moldadas pelos escravos. Um espaço rústico, que tem seu charme na simplicidade. Possui um quarto coletivo e dois para casais, não possui ar condicionado e os banheiros são compartilhados. Na cozinha coletiva, é servido o café da manhã e os hóspedes podem preparar suas próprias refeições.  

Diária: Com café da manhã, R$60.

Contato:💬 (65) 98157-3149 | @hostel.acasaazul

Restaurantes em Vila Bela MT

Existem cerca de 4 restaurante em Vila Bela, mas nem todos estão abertos para o almoço e jantar. Segundo moradores locais, o restaurante do hotel Guaporé serve almoço e jantar.

Informações úteis

Não existe serviço de transfer para os passeios, o ideal é ir com carro próprio. Os taxistas da cidade, até fazem o deslocamento, mas o preço da corrida não compensa.

Entre em contato com o estabelecimento e pergunte tudo: A falta de infra-estrutura na cidade pode prejudicar vários aspectos do seu passeio (se está acostumado com bons hotéis por preços acessíveis, não existe em Vila Bela). Pergunte sobre tudo e pesquise muito antes de fazer uma reserva.

Dica: No caminho tem muitos atrativos, entre eles a Dolina Milagrosa em Cáceres e a Serra de Santa Bárbara em Porto Esperidião. Conheça mais atrativos pelo caminho!